SIGNOS

Na astrologia ocidental, os signos astrológicos são os doze setores de 30 ° da eclíptica, começando no equinócio vernal, também conhecido como o Primeiro Ponto de Áries. A ordem dos signos astrológicos é Áries, Touro, Gêmeos, Câncer, Leão, Virgem, Libra, Escorpião, Sagitário, Capricórnio, Aquário e Peixes. 

Os Signos são o grande pilar da Astrologia. Eles representam os 12 modos de ser, os 12 modos de expressão da energia, as 12 fases do ciclo anual.

Bumerang

Tecnicamente são setores de 30º da eclíptica – o caminho aparente do Sol ao redor da Terra. É nesta faixa que circulam também os planetas e a Lua.

A divisão é feita a partir do Equinócio da Primavera. Este evento marca os 0º de Carneiro. A partir daqui, fazendo divisões em setores de 30º cada, surgem os restantes Signos. O Caranguejo marca o Solstício de Verão, a Balança (oposto a Carneiro) marca o Equinócio de Outono e finalmente Capricórnio (oposto a Caranguejo) o Solstício de Inverno.

Existem portanto 3 Signos por cada estação:

  • Primavera: Carneiro, Gémeos e Touro
  • Verão: Caranguejo, Leão e Virgem
  • Outono: Balança, Escorpião e Sagitário
  • Inverno: Aquário, Capricórnio e Peixes

A este conjunto ou faixa de 12 Signos chamamos Zodíaco, que significa disco da vida ou disco dos animais, devido a muitas das suas constelações representarem animais.

Houve um tempo em que Signos e constelações coincidiram; contudo devido a um fenômeno complexo, chamado Precessão dos Equinócios, começou a haver um desfasamento entre estes dois fatores. Este desfasamento, que se vai acentuando ao longo dos séculos, dá origem às Eras Astrológicas.

Qual é então o significado prático dos Signos?

Cada Signo representa um modo de expressão, um processo. Nenhum Signo é igual a outro, assim como nenhum é bom ou mau, cada um tem características bem definidas.

O Signo solar

Quando dizemos que somos do Signo de Balança (por exemplo), estamos, na verdade, a dizer que quando nascemos o Sol estava posicionado nesse Signo. A importância do Signo solar é muito relativa, pois há que ter em conta não só a Lua e os outros planetas, mas também outros fatores astrológicos, que podem estar posicionados sem Signos completamente diferentes.

Significa isto que saber o Signo solar não basta, de maneira nenhuma, para ter uma ideia, mínima que seja, da estrutura psicológica de um indivíduo. Assim, qualquer afirmação (seja uma interpretação de personalidade ou uma previsão) baseada apenas no Signo solar, é, sempre, extremamente incompleta e descontextualizada.

Assim, podemos compreender que os chamados “horóscopos de revista” que são derivados do Signo solar são uma forma simplista e redutora de dar informação astrológica e em nada contribuem para a correta divulgação da Astrologia.

Cada signo estará representado por mandalas feitas especialmente para esse site, este assunto tão rico e mágico, essa ciência que nos fascina.

Vamos lá??!!!

Acho que vão gostar!!! 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: