Orígem

As mandalas são definidas em sânscrito como círculos. Elas são conhecidas desde a antiguidade, principalmente no Oriente, na regiao da Índia, onde elas eram usadas em rituais, em danças tribais, para meditação, entre outros.

Na yoga, que nasceu na Índia, existem os yantras (quadrados de desenhos gráficos). Para a yoga, esses yantras tem o poder de focalizar a mente, com efeitos similares aos mudras (gestos das mãos que atuam energeticamente no corpo).

Carl Jung viajou até esses locais para estudar mais a fundo sobre esses estranhos desenhos. Ele chegou à conclusão de que as mandalas têm efeito sobre a psique: muitas retratavam mitos, arquétipos, inconsciente coletivo e podiam trazer o inconsciente pessoal à tona. Jung se dedicou a pesquisá-las e desenhava uma mandala por dia para aprender mais sobre si mesmo e, a partir daí, construiu uma parte da sua teoria.

Todo esse estudo foi introduzido na Arteterapia, que utiliza a mandala para fins terapeuticos. A mandala atua no elemento ar, a função pensamento de acordo com Carl Jung, principalmente, mas há também mandalas dos outros elementos, como agua, terra, fogo.

Existem inúmeras formas de se fazer uma mandala. Descubra a sua e descubra o prazer e a satisfação desse exercício mágico circular!!

Abraços

Polimento de Móveis

Seus móveis de madeira estão começando a parecer sem graça e sem vida? O mobiliário de madeira é um investimento que precisa ser cuidado e mantido. Embora o polimento de móveis de madeira deva ser feito apenas a cada poucos meses, é importante manter a madeira continuamente limpa, espanando ou limpando-a com um pano úmido de microfibra. Traga o brilho de volta para suas mesas, cadeiras, pisos e outros elementos de madeira favoritos com esta receita simples para polonês de madeira caseiro com  óleos essenciais doTERRA . 

Ingredientes ¼ xícara de azeite ¼ xícara de gotas de óleos essenciais doTERRA  Óleos recomendados:  WILD ORANGE (laranja selvagem) , Arborvitae ou Lemon

Instruções:

  1. Adicione o azeite e o vinagre ao frasco de spray de vidro.
  2. Adicione 10 gotas de óleo essencial.
  3. Agite bem antes de cada uso.
  4. Aplique no pano de microfibra e limpe as superfícies de madeira. Repita a cada dois a três meses ou quantas vezes for necessário. 

SIGNOS E SEUS SIGNIFICADOS

Qual é então o significado prático dos Signos?

Cada Signo representa um modo de expressão, um processo. Nenhum Signo é igual a outro, assim como nenhum é bom ou mau, cada um tem características bem definidas.

  • Carneiro representa a ação impulsiva baseada numa necessidade de exprimir um desejo, a identidade. Simboliza tudo o que é impulsivo, imediato, desde a precipitação não pensada ao pioneirismo.

Elemento: Fogo
Modo: Cardinal

  • Touro representa a fase de estruturação, do adquirir de forma e substância. Simboliza todos os processos em que o sentido de ter e de valor estão envolvidos. A estabilidade é um tema deste Signo que tanto se pode manifestar por possessividade e teimosia ou como resistência e perseverança.

Elemento: Terra
Modo: Fixo

  • Gémeos é o Signo da diversidade, da comunicação e do movimento constante. Caracteriza-se por uma necessidade de relativizar do Universo, uma constante conceptualização da vida e de todas as coisas. Os processos deste Signo são maioritariamente cerebrais, sendo a comunicação, a informação e entendimento uma parte muito importante. As manifestações podem variar desde a leveza e futilidade até à curiosidade e comunicação.

Elemento: Ar
Modo: Mutável

  • Caranguejo é o Signo da maternidade, do conforto emocional, o nutrir e ser nutrido. Neste Signo as coisas vão ser vivenciadas através das ligações emocionais de conforto e desconforto com as experiências de vida. Este é o Signo do apego e da dependência e também da maternidade e proteção.

Elemento: Água
Modo: Cardinal

  • Leão relaciona-se com a expressão criativa do ego. Representa todos os processos de procura de identidade. Todas as experiências de vida do Leão são vistas como uma transformação de identidade, um desafio à estrutura pessoal. É tanto o Signo da vaidade e egoísmo com o da dignidade e generosidade.

Elemento: Fogo
Modo: Fixo

  • Virgem representa o processo da purificação e da busca da perfeição. Neste Signo vive-se a procura de eficiência e funcionalidade. Há nele uma necessidade inata de “arrumar, limpar e organizar” o Universo e a Vida. Neste Signo encontramos tanto o criticismo como a eficiência e a ordem.

Elemento: Terra
Modo: Mutável

  • Balança representa o confronto e a comparação entre o Eu e o Outro. Neste Signo, a busca do equilíbrio e a harmonia com o exterior são peças fundamentais. Há um forte impulso para os relacionamentos, pois os outros vão servir de espelho e de “válvula reguladora” a essa necessidade de harmonia.

Elemento: Ar
Modo: Cardinal

  • Escorpião tem como temática o desejo e as suas consequências. Aqui o indivíduo vai ao encontro das suas motivações mais profundas (as “forças ocultas” que o movem) e também dos resultados dos seus atos. Este processo, que é um “teste de poder”, implica uma transformação profunda da natureza emocional, uma “morte” de padrões comportamentais. É tanto o Signo da manipulação como o da purificação e regeneração.

Elemento: Água
Modo: Fixo

  • Sagitário é o Signo da aventura e dos ideais. Expressa o processo de busca de uma identidade maior, que relaciona o indivíduo não apenas com ele próprio mas com um significado mais coletivo e abrangente. Neste Signo tudo vai ser vivenciado segundo filosofias, valores e padrões de ética, que tanto podem ser dogmáticos e doutrinadores, como altamente idealistas e éticos.

Elemento: Fogo
Modo: Mutável

  • Capricórnio representa o processo de estruturação e hierarquização da Vida e de todas as coisas. Neste Signo, há uma necessidade de compreender as estruturas de poder geralmente associadas a uma vivência do social muito intensa. O posicionamento na estrutura geral de forças (status) é muito importante. São expressão deste Signo a avareza e a rigidez mas também a estratégia, a sobriedade e a estruturação.

Elemento: Terra
Modo: Cardinal

  • Aquário representa os processos de individualização e de reconhecimentos dos “papéis” sociais face ao coletivo. Neste Signo há uma tendência ideológica revolucionária que procura o entendimento do coletivo humano. Podemos também encontrar um certo orgulho intelectual e uma resistência em “ser como os outros”. São expressão deste Signo o humanismo, a fraternidade e a globalização, assim como a rigidez mental, o orgulho arrogante e a excentricidade sem sentido.

Elemento: Ar
Modo: Fixo

  • Peixes é o último Signo do Zodíaco e, assim sendo, é nele que se sintetizam os processos de todos os Signos anteriores. Há uma tentativa de apreender emocionalmente o Todo: as coisas são vividas com grande sensibilidade emocional ao Universo. Como as fronteiras emocionais são difusas, existe a possibilidade de transcendência e “iluminação” mas também a de perda e desagregação do Eu. São expressões deste Signo a confusão e a “vagues”, assim como a intuição e a empatia.

Elemento: Água
Modo: Mutável

Estas doze qualidades (Signos) ou modos de ser vão “colorir” e qualificar os planetas, casas e outros pontos de um mapa natal. São o fator mais abstrato na Astrologia, mas também o mais importante e fundamental.

Cada signo estará representado por mandalas feitas especialmente para esse site, este assunto tão rico e mágico, essa ciência que nos fascina.

Agora percorra os posts e se conheça um pouco mais…

Boa viagem!

SIGNOS

Na astrologia ocidental, os signos astrológicos são os doze setores de 30 ° da eclíptica, começando no equinócio vernal, também conhecido como o Primeiro Ponto de Áries. A ordem dos signos astrológicos é Áries, Touro, Gêmeos, Câncer, Leão, Virgem, Libra, Escorpião, Sagitário, Capricórnio, Aquário e Peixes. 

Os Signos são o grande pilar da Astrologia. Eles representam os 12 modos de ser, os 12 modos de expressão da energia, as 12 fases do ciclo anual.

Bumerang

Tecnicamente são setores de 30º da eclíptica – o caminho aparente do Sol ao redor da Terra. É nesta faixa que circulam também os planetas e a Lua.

A divisão é feita a partir do Equinócio da Primavera. Este evento marca os 0º de Carneiro. A partir daqui, fazendo divisões em setores de 30º cada, surgem os restantes Signos. O Caranguejo marca o Solstício de Verão, a Balança (oposto a Carneiro) marca o Equinócio de Outono e finalmente Capricórnio (oposto a Caranguejo) o Solstício de Inverno.

Existem portanto 3 Signos por cada estação:

  • Primavera: Carneiro, Gémeos e Touro
  • Verão: Caranguejo, Leão e Virgem
  • Outono: Balança, Escorpião e Sagitário
  • Inverno: Aquário, Capricórnio e Peixes

A este conjunto ou faixa de 12 Signos chamamos Zodíaco, que significa disco da vida ou disco dos animais, devido a muitas das suas constelações representarem animais.

Houve um tempo em que Signos e constelações coincidiram; contudo devido a um fenômeno complexo, chamado Precessão dos Equinócios, começou a haver um desfasamento entre estes dois fatores. Este desfasamento, que se vai acentuando ao longo dos séculos, dá origem às Eras Astrológicas.

Qual é então o significado prático dos Signos?

Cada Signo representa um modo de expressão, um processo. Nenhum Signo é igual a outro, assim como nenhum é bom ou mau, cada um tem características bem definidas.

O Signo solar

Quando dizemos que somos do Signo de Balança (por exemplo), estamos, na verdade, a dizer que quando nascemos o Sol estava posicionado nesse Signo. A importância do Signo solar é muito relativa, pois há que ter em conta não só a Lua e os outros planetas, mas também outros fatores astrológicos, que podem estar posicionados sem Signos completamente diferentes.

Significa isto que saber o Signo solar não basta, de maneira nenhuma, para ter uma ideia, mínima que seja, da estrutura psicológica de um indivíduo. Assim, qualquer afirmação (seja uma interpretação de personalidade ou uma previsão) baseada apenas no Signo solar, é, sempre, extremamente incompleta e descontextualizada.

Assim, podemos compreender que os chamados “horóscopos de revista” que são derivados do Signo solar são uma forma simplista e redutora de dar informação astrológica e em nada contribuem para a correta divulgação da Astrologia.

Cada signo estará representado por mandalas feitas especialmente para esse site, este assunto tão rico e mágico, essa ciência que nos fascina.

Vamos lá??!!!

Acho que vão gostar!!! 😉

YOGA E DOTERRA

Entusiastas de Yoga, alegrem-se!

Dia 21 de junho de 2020 é o Dia Internacional do Yoga.

Os benefícios do yoga para a saúde são imensos e podem ser melhorados com o apoio dos óleos essenciais. Com mais tempo livre em casa, porque não tentar manter a forma e o equilíbrio com yoga? Quer seja novo no yoga ou um fanático dedicado, agora é o momento perfeito para adotar essa prática secular.   As nossas misturas exclusivas de óleos essenciais CPTG™ são perfeitas para ajudar a preparar-se na sua jornada em direção à harmonia da mente e do corpo. A dōTERRA Align, a dōTERRA Arise e a dōTERRA Anchor fornecem aromas para estabilizar, concentrar e iluminar o seu estado de espírito enquanto fortalece e alonga o seu corpo. Explore o iogue que tem em si e aproveite ao máximo a nossa dica de óleos essenciais doTerra!!!

Align 5 ml

Sente-se desligado e incapaz de controlar as suas circunstâncias? A aromaterapia e algumas posições de yoga de alinhamento simples podem criar uma nova sensação de paz e propósito, o que conduz a uma renovação da resolução. Recordar o seu valor próprio e permanecer firme em si mesmo é uma missão diária.Com óleos essenciais de bergamota, coentro, manjerona, hortelã-pimenta, jasmim absoluto e rosa numa base de óleo de coco fracionado, a Mistura de Alinhamento dōTERRA ajuda-o a confiar em si próprio e a manter-se aberto a todas as possibilidades.
Anchor 5 ml

Por vezes, neste mundo moderno e imensamente frenético, sentimo-nos deslocados e inseguros de nós próprios, com uma enorme lista de coisas a fazer e prioridades incertas. Encontrar o equilíbrio através da aromaterapia e de movimentos de yoga simples pode ser um excelente primeiro passo. A Mistura de Ancoragem dōTERRA proporciona uma confiança firme em si próprio, para que possa abordar o seu trabalho e a sua vida com uma força calma. Com óleos essenciais de lavanda, cedro, sândalo, frankincense, pimenta preta e patchouli numa base de óleo de coco fracionado, esta mistura apoia a sua comunidade, a sua harmonia emocional e a sua sabedoria inata.

Arise 5ml

Os desafios e o desencorajamento não são incomuns à medida que luta para atingir objetivos e concretizar sonhos. Com uma prática diária de afirmações e posições de yoga animadoras e aromas agradáveis, pode ultrapassar estes obstáculos. Com óleos essenciais de toranja, limão, osmanthus, cidreira e abeto siberiano numa base de óleo de coco fracionado, a Mistura de Elevação dōTERRA inspira momentos de ascensão e o alcance do seu melhor. Os aromas desta mistura apoiam a sua estabilidade, assim como a sua liberdade, a resistência do seu corpo e a coragem e a felicidade no seu coração.

MANDALAS – II

A arte é curativa!
Quando trabalhamos a simetria e as formas mais precisas em uma mandala, é o nosso lado racional se manifestando. Quando colocamos através das cores nossos sentimentos, nossa intuição, numa mandala, é o nosso lado emocional trabalhando.
A mandala é um poderoso centro energético. Muito forte.
No momento em que uma mandala está sendo criada e desenvolvida, não se trata apenas de um desenho.
Por isso não podemos apenas sentar e criar uma mandala.
Existe um ritual antecipado que cria uma conexão entre mente, corpo e espírito.
Na parte 3 explicarei melhor o que envolve esse ritual.
Até breve … 🧿🙏🏻❤️🌻
#projetomeditaçãocircular #mandalando🧿

leão VIRGEM

Lembro-me bem. Foi quando julho se foi, que um vento mais gelado, mais destemperado, que arrastava ainda folhas deixadas pelo outono, me disse algumas verdades. Convenceu-me de que o céu começaria a apresentar metamorfoses avermelhadas. Que a poeira levantada por ele daria lições de que as coisas nem sempre ficam no mesmo lugar e que é preciso aceitar que a poeira só assenta depois que os redemoinhos se vão.
Foi quando julho se foi que a minha solidão me convidou para uma conversa. E me contou de tempo de esperas. E me disse que o barulho das árvores tinha algo a dizer sobre aceitação. E eu fiquei pensando como elas, as árvores, aceitam as estações que, se as estremecem, também lhes florescem os galhos. Mas tudo a seu tempo. Foi em agosto que descobri que os cachorros loucos são, na verdade, os uivos que não lançamos ao vento. São nossos estremecimentos particulares que a nossa rigidez de certezas não nos permite encarar.
O mês de agosto tem muito a ensinar. Porque agosto é mês jardineiro, é dentro dele, berço do inverno, que as sementes dormem. Aguardam seu tempo de brotar. Agosto é guardador da boa-nova, preparador de flores. Agosto é quando Deus deixa a natureza traduzir visivelmente o tempo das mutações.
Mude, diz agosto, em seu recado de sementes. Aceite, diz agosto, com seu jeito frio de vento que levanta poeira e a faz avermelhar o céu. Compartilhe, diz agosto. Agasalhos, sopas quentinhas, cafés com chocolate, abraços mais apertados – eles também aquecem a alma e aninham o corpo. Distribua mais afetos, que inverno é acolhimento, é tempo de preparar setembro. E, de setembro, todos sabemos o que esperar. Esperamos a arrebentação das cores, que com seus mais variados nomes vêm em forma de flores.
Vamos apreciar agosto, recebê-lo com o espanto feliz de quem não desafia ventos. Que ele desarrume e espalhe suas folhas e levante suas poeiras.
Aceite as esperas, mas coloque floreiras na janela.


“Só quem vive bem os agostos é merecedor da primavera!”

Miryan Lucy de Rezende
Escritora e Educadora Infantil


#projetomeditaçãocircular
#mandalando🧿

MANDALAS – I

Centros de energia utilizadas como ferramentas de meditação. É uma técnica milenar oriental.
Podemos entender como: – criar e pintar > meditação ativa – observar > meditação passiva
Por que são tão benéficas para nossa vida??!!
Primeiro porque elas acessam nosso inconsciente, trazendo à tona muitos bloqueios que nós temos, conscientes ou não.
Com as mandalas buscamos nosso equilíbrio emocional, pelas cores e formas (lado consciente) e introspecção e concentração com nosso EU interior (lado inconsciente). A arte é curativa!!

Felicidade Virtual

Em tempos de Covid-19, como seria passar 30 dias sem poder abrir seu Facebook e Instagram?? Abstinência total dessas mídias por um mês?? Jejum de mídias sociais!!

Os argumentos usados para te convencer a fazer esse jejum serão os impactos negativos das redes sociais na sua vida, na sua saúde mental e bem estar, como o aumento da sua ansiedade, depressão e baixa alto-estima, principalmente entre os mais jovens.

Vivemos em um mundo de vitrines globais… rostos bonitos, corpos sarados, casais apaixonados, férias perfeitas, pessoas bem sucedidas… Se comparar com os outros é algo que o ser humano sempre fez, desde sempre, todos fazemos, sem exceção. Gente esbanjando sorrisos em suas selfs de momentos felizes, mais elegantes, mais produzidos, locais arrumados e preparados para “aquele clic”, selfs… selfs… selfs e mais selfs…. Nós vemos na telinha uma felicidade construída e nos comparamos com o que vemos, e dependendo de como está a nossa vida atual, poderá nos trazer insatisfação e tristeza. Ouuuu MOTIVAÇÃO!!!

Vamos nos comparar menos?? Vamos lá… Vamos entender um pouco isso…

O ser humano é naturalmente motivado a evitar sofrimento e obter benefício. Por um lado somos instintivamente levados a evitar situações que tragam dor física ou emocional. Por outro lado somos instintivamente motivados a buscar situações que nos faça sentir bem, incluídos, considerados, amados…. E assim, guiados por essas motivações instintivas, desde que somos bebês começamos a experimentar a vida, descobrimos o que nos causa dor, e o que nos causa alegria, satisfação. Aprendemos tudo! A andar, falar, comer sozinhos, nos vestir… Nessas experiências copiamos alguns modelos: pai, mãe, irmãos, uma cuidadora, um (a) amigo(a), e também é dessa forma que aprendemos sobre nosso comportamento, fazendo o que os outros fazem ou nos dizem para fazer, as vezes também contrariando o que os outros nos dizem e o que devemos fazer… Faz parte.

Lembra quando você escutava: – Não faça assim!!! Faça como seu irmão. – Seja educada como aquela menina!! – Você viu a nota que Maria tirou na prova de matemática?? e por ai vai…. Olha aí a gente aprendendo a comparação com os outros!!! Essas comparações têm um papel importante no nosso desenvolvimento.

Segunda a psicologia ___ Só quando nos comparamos aos outros é que poderemos avaliar a nós mesmos. Nossas atitudes, habilidades, nossos resultados, e o desejo de nos aproximarmos daquilo que é um modelo para nós, nos motiva para nosso aprimoramento pessoal. Então em princípio, a comparação pode ser saudável? Sim. Desde que saibamos usa-la a nosso favor, para nosso desenvolvimento e evolução.

Só que somos seres humanos e temos o dom de complicar um pouco as coisas …. não é?

Criamos uma sociedade altamente competitiva, em que todos procuram se destacar, no mínimo parecer especiais acima da média. Aprovações online, imediatas… curtidas e mensagens, vários seguidores…. Validação social em tempo real!!! Serotonina instantânea!! Fantástico!!! Por isso postar nas redes é tão bom! Massss….. entre o atraente e o viciante existe uma distância muito curta para algumas pessoas. Saiba que não existe esse mosaico de vidas perfeitas!!

Se você se identificou com o que leu até agora, aqui, e gostaria de naõ ter tanto incomodo com as comparações, o ponto de partida para sair desse mecanismo traiçoeiro é rever a ideia de levar uma vida perfeita. Nossa vida não é um instagram. Ninguém tem uma vida perfeita. Entendendo aqui como perfeição, uma vida idealizada, em que tudo acontece conforme os nossos desejos. Nem aquelas pessoas que são um ponto fora da curva, gente que faz sucesso, tem uma vida perfeita… Até a Gi, em seu livro falou sobre esse tema!!! Ahhhhh a Gi é a Gisele Caroline Bündchen TOP DAS GALÁXIAS !!!

Enfim….. no íntimo nem tudo é glamour!!